PROFESSORES

Ángel Díez

Ángel Díez

Ángel Díez, cineasta espanhol, é diplomado pelo IDHEC (Institut des Hautes Études Cinématographiques), Paris. Em 1994 é coordenador de estudos na FEMIS (Fondation  Europeénne pour les Métiers de l’Image et du Son) e acompanha a criação do atelier Peripheria de Jean-Luc Godard no Palais de Tókio. Autor de vários filmes documentários e de ficção, tem como destaque La Peine Perdue de Jean Eustache, exibido na Europa, Estados Unidos e Canadá, e Os Negativos, documentário produzido para o programa DocTV III. Atualmente mora no Rio de Janeiro, onde colabora com Geraldo Sarno, com quem assinou o roteiro O Último Romance de Balzac, premio especial do júri no festival de Gramado 2010. Assistente de direção e diretor de fotografia na série documental A Linguagem do Cinema II de Geraldo Sarno, ocupa as mesmas funções em Sertão de Dentro,  nova série do diretor baiano (em pós-produção). Foi curador da mostra “Guerín, o Espectador Cineasta” no Instituto Moreira Salles.

Bernardo Adeodato

Bernardo Adeodato

Formado em cinema pela PUC-Rio no ano de 2008, Bernardo é Técnico, Editor de Som, mixador e compositor de Trilhas. Trabalhou no Longa metragem Sudoeste, de Eduardo Nunes; série de TV PREAMAR (HBO) de Estêvão Ciavatta; no longa A Onda da Vida de José Augusto Muleta e Raphael Gasparini; em curtas como Assim Como Ela, de Flora Diegues; Sobe, Sofia e Verão Polonês de André Mielnik e Imminent Destruction do diretor norte-americano Ryan Persons; no documentário Noel o Poeta da Vila e do povo, de Dácio Malta (vencedor de melhor som na segunda edição do FestCine Maracanaú – festival de cinema digital). Ainda finalizou programas de TV como: Esquinas do Canal Brasil, baseado nas matérias da revista Piauí; Estranhamente (Multishow – Urca Filmes), Adorável Psicose (Multishow- Hungry Man). Além de dos trabalhos de TV e cinema já fez trabalhos institucionais para clientes como Coca-cola e  ministério da saúde.

Daniel Neves

 

Daniel Neves

Formado em Cinema pela Universidade Estácio de Sá. É Diretor de Fotografia, Co-Fundador da Produtora Maria Gorda Filmes.

Fátima Rodrigues

Fátima Rodrigues

Atua em áreas operacionais técnicas da produção de externa de Tv como assistência de produção em unidade móvel de jornalismo e como cinegrafista em eventos para o canal Futura,TV FIRJAN,  Canal Rural e TVI Portugal. Especializada na edição de imagens, assinou programas para o canal Multishow como Casa Bonita, Sem Destino, Extremos, Vai pra onde e Volta ao mundo em 2012 e para o Canal Brasil o programa Palco e Plateia, todos esses projetos na produtora KN Video onde esteve por um ano. Desde 2012 na TV GLOBO retorna ao jornalismo com a edição de matérias e seriados especiais para os telejornais da emissora. Como docente de edição de vídeo no Senac-RJ atuou por 4 anos e atualmente ministra aulas na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

Felipe Sholl

Felipe Sholl

Roteirista carioca nascido em 1982, formou-se em jornalismo pela UERJ, tendo estudado também roteiro na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Teve seu primeiro roteiro de longa-metragem, Ao lado, selecionado para o Laboratório Sesc Rio (ex-Sundance) de Roteiros para Cinema, para o Talent Project Market do Festival de Berlim e para a 23ª Residência da Cinéfondation, do Festival de Cannes, programa em que os participantes são convidados a morar em Paris enquanto desenvolvem o roteiro de seu primeiro ou segundo longa de ficção. Seu primeiro curta-metragem, Tá (2007), escrito e dirigido por ele, recebeu o Teddy Awards, prêmio para produções de temática homossexual concedido pelo Festival de Berlim. Participou como roteirista dos filmes O fim e os meios (em pré-produção), de Murilo Salles, Ferrugem, de Sandra Kogut, Histórias que só existem quando lembradas (2011), de Julia Murat, selecionado para o Festival de Veneza de 2011, e Hoje (2011), de Tata Amaral, agraciado com o prêmio de melhor roteiro, que escreveu com a parceria de Jean-Claude Bernardet e Rubens Rewald.

Gabriela Dasmaceno

Gabriela Damasceno 

Técnica de som a mais de 10 anos, formada em Cinema pela UNISUL e com especialização de Som pela ACADEMIA – Escola de Áudio em Lisboa. Trabalhou como Técnica de Som nos Longas “A vida do Avesso” de Hugo Martins, “O espinho da Rosa” de Filipe Henriques ambos em Lisboa – Portugal. Nos curtas “A Visita” e “A Hora” ambos de Leandro Corinto. Em documentários “Amazon” (Institucional para o Google) de Denise Zmekhol e “Grandes Personalidades Brasileiras: Fernando Meireles, um certo olhar” dirigido por Vicente Guerra para a TV Cultura de SP. Nas séries de TV “Bons Sonhos”, “Olho Mágico”, “Boas Vindas”, “302” entre outros.

Gabriel Duran

Gabriel Durán

Formado em Desenho Industrial pela PUC-Rio, é sócio da DESERTO FILMES desde 2003. Formou-se também em Montagem pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Atualmente pertence ao corpo docente da Escola, ministrando aulas no Núcleo de Montagem. Foi Editor de som do filme “Proibido Proibir” (2006), produtor e editor do filme “Não se Pode Viver sem Amor” (2011) e produtor e editor do último longa-metragem de Jorge Durán “Romance Policial” (2014). Produção e edição da web-serie UM DIA D (2015). Produziu o longa UM FILME FRANCES (2014). Produção média metragem IPPON (2012).  Produção do longa NOITES DE REIS (2013).

Geovane Brelaz

Geovane Brelaz

Formou-se em Rádio e TV pela Fundação Rede Amazônica e estudou Montagem e Edição pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro, atua no mercado audiovisual há mais de 10 anos como Filmmaker, produzindo conteúdo para Cinema, Festivais de Cinema, Telejornais, Séries Televisivas e Conteúdo para Internet. Já prestou serviços para marcas como Criança Esperança, Globo Teatro, Como Será?, Globo Universidade e Embelleze. Assina o roteiro, direção e montagem dos curtas metragens “Lar doce lar” (2012) e “Game Over” (2015). Atualmente ministra aula na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

JEAN-LOUIS LEBLANC

Jean-Louis Leblanc

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e pós-graduado em Arquitetura Urbana na Université Paris 8 e em Cad/Cam na École Supérieure d’Architecture, Paris. É diretor de arte há 22 anos, com experiências em produções brasileiras e estrangeiras. Realizou vários longas-metragens entre os quais Cronicamente Inviável de Sérgio Bianchi, O caminho das nuvens de Vicente Amorim, Caixa 2 de Bruno Barreto, Reflexões de um liquidificador  de André Klotzel e Un giorno devi andare (seleção Sundance 2013) de Giorgio Diritti. Em publicidade, foi Production Designer em campanhas mundiais para diretores como Michel Hazanavicius (2 oscars por O Artista), Tarsem Singh, Cris Palmer, Jake Navas, Mehdi Norowzyan e Armando Bo (1 oscar por  Birdman) e foi diretor de arte em centenas de comerciais brasileiros.

João Paulo Reis

João Paulo Reis

Formado em Desenho Industrial, habilitação em Projeto de Produto e MBA em Administração de Empresas e Negócios. Editor desde 2001, Fire Artist entre 2003 e 2006 e Coordenador de Pós-Produção, desde 2006 na Link Digital. Empresa especializada em Pós Produção para Cinema e TV, tendo como principais serviços, masterização em DCP, Color Grading, Composição de Efeitos, Edição, Conformação, Transfer para película 35mm e Masterização em geral  para cinema digital e TV. Coordenou a finalização de mais de cem longa metragens como: Os Caras de Pau, Depois de Tudo, As Mães de Chico Xavier, A Mulher Invisível, A Mulher do meu Amigo, A Grande Família, Casseta e Planeta, Jango, Verônica, Riscado, entre outros.

JOAO JABACE

João Jabace

Formado em Cinema pela PUC-Rio com mestrado na Universidade de Nova Iorque, trabalha no mercado de audiovisual a aproximadamente 15 anos. Sua principal área de atuação é sound design, edição de som e mixagem para cinema e televisão. Participou de projetos como Tim Maia (2014), Imagens Do Estado Novo (2016) e Meu Nome Não é Johnny (2008) entre outros. Atualmente é produtor de áudio na TV Globo, onde conceitua o som de produtos de dramaturgia, tanto na parte técnica como artística.

Julia Limia

 

Julia Limia

Formada em Letras pela UERJ. Mestre em Literatura Brasileira também pela UERJ e Doutora em Literatura Comparada pela UFF-RJ. Professora concursada do Colégio Pedro II. Lecionou na Escola de Teatro Martins Pena e Cultura e Literatura Brasileira na Faculdade de Letras da Estácio de Sá.

Julio Bezerra

Julio Bezerra

Realiza pesquisa de pós-doutorado na Escola de Comunicação da UFRJ sobre cinema contemporâneo, fenomenologia e o corpo. Fez estágio pós-doutoral na Columbia University. Autor do livro Documentário e jornalismo: Propostas para uma cartografia plural (Garamond, 2013). É professor na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Jornalista e crítico de cinema, colaborou com uma ampla gama de publicações (Revista Programa, Revista de Cinema, Bravo!, Mosh, Cinética etc.). Curador das retrospectivas de Abel Ferrara (CCBB, 2012), Samuel Fuller (CCBB, 2013) e Jean Renoir (CCBB, 2016). Coproduziu e codirigiu a série Esquinas para o Canal Brasil (Globosat) e dirigiu os curtas E agora? (2014) e Pontos corridos (2017).

Léo Ribeiro

Leo Ribeiro

Coordenador de produção da TvZERO, é formado em comunicação social com especialização em produção pela EICTV-Cuba e em marketing e distribuição pela ESCAC, Barcelona. Iniciou a carreira produzindo vídeos corporativos mas aos poucos conduziu a carreira para a produção de Tv e Cinema. Na TvZERO coordenou os programas de TV “Sangue Latino”, “Estúdio 66”, “Socorro! Meu Filho Come Mal”, “Fanáticos” e “Promessas do Futebol” e os filmes “Sete Visitas”, “Democracia em Preto e Branco”, “A Farra do Circo”, e “Serra Pelada, a Lenda da Montanha de Ouro”.

Marcelo Muller

Marcelo Muller

Crítico de cinema, membro da ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema). Subeditor do site Papo de Cinema, no qual escreve desde 2011, e editor do The Tramps, blog que mantém desde 2006. Comenta semanalmente as estreias cinematográficas na Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Cobriu quatro edições do Festival de Gramado, sendo que na última, em 2014, também integrou o júri da crítica. Foi um dos roteiristas e diretores do curta-metragem “Famílias Felizes se Parecem” (2009) e assistente de direção do monólogo teatral “Em Cena”, cuja estreia ocorreu em sua Cidade Natal, Caxias do Sul (RS), em 2009. Além disso, participou de diversas sessões comentadas como crítico convidado e coordenou um projeto de exibições/debates na Faculdade Anglo-Americano, unidade Caxias do Sul, em 2012.

Marcia Bessa

Márcia Bessa

Doutora em Memória Social (PPGMS/UNIRIO e DCMS/UChicago, sob co-orientação de Tom Gunning), Mestre em Ciência da Arte e Cineasta (ambos pelo IACS/UFF). Atua, desde 1992, nas áreas Produção Cultural, Cinema e Audiovisual, Educação Superior e Pesquisa. Foi Pesquisadora-residente PNAP-R/FBN entre (2014-2016). É Membro-pesquisadora dos Grupos de Pesquisa (CNPq): 1) Estudos da Cidade e da Comunicação (UFRJ), 2) Coordenação Interdisciplinar de Estudos Contemporâneos (UFRJ), 3) Modos de ver (ESPM-Rio/UFF) e 4) Coordenadora do ST/SOCINE ‘Exibição cinematográfica, Espectatorialidades e Artes da projeção no Brasil (2015-2017) . Atualmente é Sócia-diretora da MP2 Produções, Artista/produtora no Coletivo A/v DUO2X4, Pós-doutoranda na CIEC/ECO/UFRJ e Docente na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

Maria Flor

Maria Flor Brazil

Paulistana radicada no Rio de Janeiro, é mestre em Comunicação Social na linha “Tecnologias da Comunicação e Estética” e graduada em Rádio e Tv, títulos obtidos na Escola de Comunicação da UFRJ (ECO-UFRJ). Trabalhou como produtora, pesquisadora e assistente de direção em dezenas de filmes, curtas e longas-metragens, documentários e programas de tv. Dirigiu três curtas-metragens, um documentário para tv e vários vídeos institucionais. Entre seus trabalhos destacam-se os longas “Mr. Sganzerla – Os Signos da Luz” (vencedor de Melhor Filme e Prêmio da Crítica no Festival É Tudo Verdade 2012) e “Estrada Real da Cachaça” (Melhor documentário no Festival do Rio e Festival de Mar Del Plata 2008). Integrou recentemente o comitê de avaliação do edital RUMOS – Itaú Cultural 2015/2016.

Mônica Solon

Monica Solon

Monica Solon é co-roteirista, com Steve Hawes, do longa A Girl Made of Dust, adaptação do livro de Nathalie Abi-Ezzi, em fase de captação através da Blake Friedmann Film, Television and Literary Agency (Londres) e dos produtores Oliver Huzly (Alemanha) e Jean-Christophe Barret (França), e previsto para entrar em produção em 2016. Foi finalista do 1º Programa de Desenvolvimento de Roteiristas da Globosat com a série Perigos Invisíveis. Trabalha com desenvolvimento e análise de séries e roteiros para produtoras como Panorâmica, Do Rio Filmes e Focus Filmes Brasil. Fez mestrado em Creative and Critical Writing (Universidade de Winchester, Inglaterra), com foco em roteiro e fez vários cursos de especialização em roteiro, análise e desenvolvimento, no Brasil e no Reino Unido.  Participou do 1º Curso de TV Writing Intensive da Universidade de Columbia, no Rio de Janeiro, em 2014.

Myriam Assis

Myriam Assis

Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-MG e MBA em Gestão Cultural pela Universidade Cândido Mendes. Entre 2007 e 2012 foi Coordenadora de Análise de Projetos da ANCINE, onde também atuou como coordenadora de 2012 a outubro de 2015 na Coordenação de Análise de Direitos. Ainda na ANCINE, atualmente é assessora de Diretoria.

Paula Tupinamba

Paula Tupinambá

Bacharel em Direito pela UFF (OAB/RJ, n° 116.185) e Pós-graduanda em Direito da Propriedade Intelectual pela PUC-Rio. Sócia fundadora do escritório Pougy Tupinambá Advogados, Membro da Comissão de Direitos Autorais, Imateriais e do Entretenimento da OAB/RJ desde 2013, atua junto à indústria do audiovisual e do entretenimento, agregando o conhecimento em Direitos Autorais à experiência de negociação adquirida com mais de 10 anos no mercado financeiro e de capitais. Trabalhou em departamentos jurídicos de bancos nacionais e estrangeiros, operando o societário de empresas e fundos de investimentos, além das áreas de compliance e governança corporativa. Conectada com as novas formas de comunicação pública de obras protegidas desde 2006, participou do processo de criação da primeira webrádio brasileira. Participou como Produtora Executiva e Distribuidora do longa-metragem O Deserto do Deserto, de Samir Abujamra e Tito Gonzáles García.

Pedro Nicoll

Pedro Nicoll

O teatro e o cinema se misturam na trajetória de Pedro Nicoll. Depois de sua estreia nos palcos no ano 2000, Pedro experimenta diferentes correntes teatrais, encontrando na rua seu palco mais inevitável. No Tá na Rua, grupo do qual fez parte 3 anos, reconhece em Amir Haddad um mestre impreterível. Em 2005, Pedro começa a flertar com ocinema e encontra em Ruy Guerra o impulso para o academicismo. Cursa cinema na Gama Filho, faculdade então coordenada por Ruy, e findado os estudos, muda-se para Nova Iorque onde faz uma pós-graduação na New York Film Academy. Voltando de sua temporada em solos norte-americanos, dá início à Motim, produtora responsável pelo primeiro curta-metragem da carreira de Ruy. Este também o convida para uma assistência em Quase Memória, seu último longa-metragem.

Rodrigo Assad

Rodrigo Assad

Graduado em Cinematografia pela Columbia College em Chicago (EUA), Rodrigo Assad atua nas áreas de Direção, Fotografia e Motion Design. Entre as peças publicitárias que dirigiu para televisão e internet estão nomes como Bradesco, Itaú, Santander, Vale, Eletrobras, Loreal, além de chamadas da programação da grade Globosat para programas como “Que Marravilha,” “Superbonita,” “Saia Justa” entre outros. Com um perfil criativo e técnico, o diretor teve ampla atuação em outras áreas do mercado como produtor, assistente de direção, editor e finalizador em publicidades, tv e longas.

Rômulo Cyriaco

Rômulo Cyriaco

Nascido em 1983, formado em Cinema e Filosofia da Arte. Tem experiência de 10 anos como produtor e diretor no mercado audiovisual, tendo realizado curtas-metragens, documentários e videoclipes. É professor de Teorias do Cinema há cinco anos na Escola Darcy Ribeiro, onde também lecionou Cinema e Filosofia, e foi Coordenador Pedagógico dos cursos regulares de Direção, Roteiro e Montagem. Autor de críticas de cinema para revistas online como Criticos.com.br, editada por Marcelo Janot. Recentemente, escreveu o livro de filosofia/sociologia A Descivilização do Ocidente: da Rebelião à Redenção, em fase de revisão. 

Ruy Guerra

Ruy Guerra

Formado pelo Institut des Hautes Études Cinématographiques, estreou como diretor com o filme Os Cafajestes, ao qual se seguiram os também clássicos Os Fuzis (1964), Os Deuses e os Mortos (1970) e A Queda (1977). Em 1979 regressou a Moçambique, sua terra natal, onde rodou Mueda, Memória e Massacre, o primeiro longa-metragem daquele país. Dirigiu também adaptações de obras consagradas, entre elas Erêndira (1982), de Gabriel García Márquez, A Ópera do Malandro (1985), de Chico Buarque, e Kuarup (1989), de Antônio Callado. Seu último trabalho foi o longa “Quase Memória (2016).

Ruy_Gardnier

Ruy Gardnier

Jornalista, pesquisador e crítico de cinema e música. É fundador e editor da revista eletrônica de cinema Contracampo e do blog Camarilha dos Quatro, dedicado à música. Trabalha como pesquisador do Acervo Audiovisual do Circo Voador. Trabalhou anteriormente como pesquisador no Tempo Glauber e na Cinemateca do MAM. Foi curador de retrospectivas dos cineastas Julio Bressane e Rogério Sganzerla e da mostra Cinema Brasileiro: Anos 90, 9 Questões dentre outras. Editou os catálogos das mostras retrospectivas dos cineastas John Ford, Samuel Fuller, Abel Ferrara e Revisão do Cinema Novo. É professor da Escola de Cinema Darcy Ribeiro e crítico de cinema para o jornal O Globo.

Sabrina Garcia

Sabrina Garcia

Pós-graduada em Gestão do Entretenimento pela ESPM-RJ e graduada em Comunicação Social, bacharelado em Cinema pela Universidade Federal Fluminense. Tem doze anos de experiência profissional na área de Cinema, com ênfase em mercado e análise de projetos (áreas de produção e distribuição) atuando nos principais players do mercado cinematográfico nacional como a TV Globo – Globo Filmes, Secretaria de Estado de Cultura – Superintendência do Audiovisual, Globosat – Canal Multishow / Bis / OFF, H2O Films. Atualmente é coordenadora de fomento e difusão da produtora TvZERO.

Sarah_Nery

Sarah Nery

É jornalista, doutora em Educação pelo Proped/UERJ e mestre em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ. Em 2013 tornou-se professora de Roteiro para Mídias Digitais, no Núcleo Avançado em Educação (Nave-Rio/CEJLL), onde desenvolve produtos audiovisuais, aplicativos e jogos com jovens de ensino médio. É também professora universitária na área de Jornalismo e presta consultoria para instituições públicas e privadas na interface entre comunicação e educação.

Sérgio Almeida

Sérgio Almeida

Formado em Comunicação Social pela Faculdade da Cidade e em Licenciatura plena habilitação em Artes Cênicas pela Uni-Rio. Mestre em Teatro pela UNI-RIO com pesquisa em Dramaturgia e Poéticas do Espaço.  Formado pela Escola Teatral Martins Pena em interpretação teatral onde ministrou as matérias de Literatura Dramática e História do Teatro. Professor de Arte na Rede Municipal e Estadual de ensino do Rio de Janeiro.

Verônica Esteves

Verônica Esteves

Formada em Comunicação Social pela PUC-RJ, possui uma experiência sólida como produtora executiva adquirida ao longo de 25 anos de atuação na TV Globo, realizando inúmeras novelas, seriados, minisséries, programas ao vivo e eventos, contabilizando vários prêmios nacionais e programas veiculados no mundo inteiro. Responsável pelo desenho de produção, planejamento e administração de grandes orçamentos, sua atuação abrange a gestão de todos os recursos e profissionais necessários, toda a infraestrutura de suporte e apoio e interface com artístico.

Yoya Wursch

Yoya Wursch

É autora de telenovelas brasileiras, conhecida por seu trabalho nas telenovelas Colégio Brasil e Dance Dance Dance, exibidas respectivamente em 1995 e 2007. Dance Dance Dance, em particular, é uma obra representativa na história tanto da teledramaturgia brasileira quanto da televisão digital no país por ter sido a primeira telenovela exibida em alta definição. Em 2001, após cerca de vinte anos em produção, lançou o filme Minha Vida em Suas Mãos, do qual foi roteirista 1. Roteirista de Bete Balanço, Rock Estrela, Lua de Cristal, Sonho de Verão, Copacabana entre outros.  Em televisão foi autora de Malhação e Você Decide na Globo.