Nelson Pereira dos Santos o Pai do Moderno Cinema Brasileiro

A obra de Nelson Pereira dos Santos é definitiva na história do cinema brasileiro. É considerado o pai do moderno cinema produzido no Brasil. Nelson é um dos fundadores do Instituto Brasileiro do Audiovisual – Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Irene Ferraz, diretora da ECDR, declarou: “O cinema está de luto. A Escola de Cinema Darcy Ribeiro chora a sua morte. Viva Nelson Pereira dos Santos para sempre!”.

A carreira de Nelson começa tomar força com dois filmes que marcaram o Cinema Novo: Rio 40 Graus (1955) e Rio Zona Norte (1957). Foi através de Rio Zona Norte, drama, dirigido e escrito por Nelson, com músicas são de Zé Ketti e Alexandre e Radamés Gnatalli, com o incrível Grande Otello no elenco, que tornei-me seu fã.

Sua obra Vidas Secas (1963) ao lado de Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, e Os Fuzis, de Ruy Guerra, forma a “Santíssima Trindade” do Cinema Novo.

Nelson nasceu em 1928, nos deixou aos 89 anos. Estudou cinema na França e ganhou experiência como assistente de direção em alguns filmes de diretores como Alex Viany.

Paulista, veio para o Rio em 1953 onde radicou-se. O cinema brasileiro deve muito a Nelson Pereira dos Santos.

Assista a esta entrevista concedida pelo grande cineasta ao Canal Brasil em 2017: http://canalbrasil.globo.com/programas/cinejornal/videos/5558259.htm

Filmografia de Nelson Pereira dos Santos

 

Francis Ivanovich

Editor de conteúdo Site ECDR.

 

WhatsappFITY


Posts Relacionados