Escola de Cinema Darcy Ribeiro comemora 15 anos

Uma escola de cinema, por onde já passaram 15 mil alunos, que se transformou em um centro de cultura, recebendo outras manifestações artísticas, e, ao completar 15 anos, abre espaço para um coworking exclusivo do setor do audiovisual. Essa é a Darcy Ribeiro, criada, em 2002, pela sua fundadora e diretora Irene Ferraz e um conselho de personalidades da área cultural.

As comemorações do aniversário começam no dia 21 (terça-feira) com o evento Novembro na Darcyinauguração da Sala de Dramaturgia Leila Diniz, com a presença de Janaína Diniz Guerra, filha da atriz, apresentação do ator Tonico Pereira e do biógrafo de Leila, Joaquim Ferreira dos Santos, curador da  Mostra de Cinema Leila Diniz (que acontece a partir de 28/11); exibições de filmes de ex-alunos, alguns deles atualmente professores da escola, seguidas de conversas; e apresentações de espetáculos de dança. “O aniversário é da escola mas os protagonistas são os estudantes”, comenta Irene.

A programação do Novembro na Darcy – 15 anos  segue o lema da escola “Pensando e fazendo cinema no Brasil”. O primeiro longa-metragem que será apresentado é Fala comigo, do professor e ex-aluno Felipe Sholl, premiado como Melhor Filme no Festival do Rio 2016, que conversa com o público após a sessão. No dia seguinte, tem sessão de  Pendular, da ex-aluna Julia Murat, premiado no Festival de Berlin, seguida de conversa com a atriz Raquel Karro. Na quinta, é a vez de Urutau, do ex-aluno Bernardo Cancela Nabuco, seguido de conversa com o diretor de som Ricardo Mansur, também formado pela escola e atualmente professor. Entre quinta e sábado, serão apresentados os espetáculos de dança Guarde-me, de Márcia Milhazes (quinta a sábado), Ataque Poético, do Coletivo AfrOri (sexta), e Dança Macabra, de Laura Samy (sábado), artistas residentes da escola.

O Coworking Audiovisual, um espaço para escritórios exclusivos do setor, irá impulsionar ainda mais a rede de trabalho que já acontece informalmente nos espaços da escola. Uma rede de troca que se manteve forte nestes 15 anos pois é, acima de tudo, uma rede de amizade e afeto. “As pessoas entram como estudantes, se formam, vão para o mercado de trabalho, ganham prêmios e voltam para serem professores. Os estudantes se identificam com a escola e, mesmo depois que terminam os cursos, continuam a relação com ela. Nós recebemos doações de materiais diversos – desde acervos, como os do Joaquim Pedro de Andrade, Sergio Brito, Daniel Filho, José Carlos Avellar e José Wilker até mobiliários”, conta Irene Ferraz. A escola agrega diversas gerações de profissionais do cinema – do diretor docente Ruy Guerra (que dá nome à Sala de Projeção) à jovens expoentes como os cineastas Felipe Sholl, Julia Murat, Wagner Novais (5x favela – agora por nós mesmos) e a montadora Laís Lifschitz (No intenso agora).

Um dos maiores orgulhos da escola, criada pelo Instituto Brasileiro do Audiovisual, é ter se tornado um centro de referência do audiovisual e ter seus ex-estudantes inseridos no mercado de trabalho, além dos inúmeros prêmios conquistados pelos seus filmes em importantes festivais nacionais e internacionais. Em todos os cursos regulares – direção, montagem, roteiro, produção etc – de 10 a 15% das vagas são de bolsas de estudos. E todos os anos são realizados cursos de formação totalmente gratuitos, com seleção dos alunos através de edital, como o “Laboratório de Roteiro – Capacitação de Roteiristas Estreantes”, que será lançado no final deste mês de aniversário.

A escola é um centro irradiador de cultura. Assim como o cinema se apropria de diversas artes, a Darcy Ribeiro une várias manifestações artistícas. O prédio centenário da esquina da Rua da Alfândega com a Primeiro de Março, no Centro da cidade, abriga, além das salas de aulas teóricas e práticas, residências de companhias de dança, um centro de documentação aberto ao público, um café, um cinema e, no térreo, um “território livre” que pode ser ocupado por exposições, performances, shows, seminários etc. Professores como os cineastas Jorge Durán e Aluizo Abranches, convidados nacionais e internacionais como Cacá Diegues, Walter Lima Jr, Tizuka Yamazaki, José Padilha, João Moreira Salles, Paul Leduc, Guillermo Arriaga e Paolo Taviani dividem suas experiências com estudantes e o público dos eventos mantendo a escola sempre em dia com o seu compromisso de excelência na formação técnica e artística da produção audiovisual.

 

NOVEMBRO NA DARCY – 15 ANOS

Programação

21/11 – Terça-Feira

19h – Inauguração da Sala de Dramaturgia Leila Diniz, com abertura da Diretora Irene Ferraz, apresentação do ator Tonico Pereira e de Joaquim Ferreira dos Santos, biógrafo da atriz e o curador da Mostra de Cinema Leila Diniz*.

19h30 – Exibição de Leila para sempre Diniz, de Mariza Leão e Sergio Rezende (Brasil, 1975. 10 min).

19h30 – Sala Ruy Guerra – Exibição do filme Fala Comigo (Brasil, 2016, 14 anos. Lotação: 100 lugares), seguida de conversa com o diretor Felipe Sholl, formado em Roteiro Cinematográfico na Escola de Cinema Darcy Ribeiro e atualmente um de seus professores. Entrada franca.

 

22/11 – Quarta-Feira 

19h – Exibição do filme Pendular (Brasil, 2017, 18 anos. Lotação: 100 lugares), de Julia Murat, formada em Roteiro Cinematográfico na ECDR, seguido de conversa com a atriz Raquel Karro. Entrada franca.

 

23/11 – Quinta-Feira

18h30 – espetáculo de dança Guarde-me, de Márcia Milhazes. Com os bailarinos Ana Amélia Vianna e Domenico Salvatore. Ingresso: R$ 20.

19h – Exibição do Filme: Urutau (Brasil, 2015,18 anos. Lotação: 100 lugares), de Bernardo Cancela Nabuco, formado em Direção Cinematográfica. Seguido de conversa com diretor de som Ricardo Mansur, também formado pela escola e atualmente professor. Entrada franca.

 

24/11 – Sexta-Feira

18h30 – espetáculo de dança Guarde-me, de Márcia Milhazes. Ingresso: R$ 20.

19h15 – espetáculo de dança Ataque Poético, do Coletivo AfrOri, com os bailarinos Macário Silva e Giovana Bombom. Entrada franca.

 

25/11 – Sábado

13h  – espetáculo de dança Guarde-me, de Márcia Milhazes. Ingresso: R$ 20.

17h – Performance Dança Macabra, com Laura Samy. Entrada franca.

 

* a Mostra de Cinema Leila Diniz, uma retrospectiva de toda a sua carreira, com filmes com a atriz e sobre ela, será realizada a partir de 28/11 (programação a confirmar).

 

ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO

Rua da Alfândega, 5 – Centro – Rio de Janeiro

Tel. (21) 2516-3514 | 2233-0224

www.escoladarcyribeiro.org.br

www.facebook.com/escoladecinemadarcyribeiro

@escoladarcyribeiro


Posts Relacionados